terça-feira, 1 de setembro de 2009

E afinal , do que somos feitos ?
Amor e ódio talvez .

Me fez relembrar os bons tempos
Quando passei por um desconhecido e seu perfume perfurou meus pulmões
E encheu de lágrimas meus olhos cansados
Frenesi.

Me diga mais uma vez que estou louca , qe sou má
Talvez eu não tenha mesmo coração
Talvez pra você só reste a decepção maior
E com ela , goze de toda pena do mundo ...
Quer sentir a compaixão das pessoas ? O que mais você quer ?
Aproveite pra mostrar o que tem dentro do seu coração
Enquanto todos te olham com o pior sentimento de seus corações : PIEDADE

Vire-se , encoste em seus sonhos utópicos
Volte-se para sua vida vazia , sem amor
O que te incomoda mais ? Me diga , o que te incomoda.

Também há algo partido aqui
Não sofre sozinho.
Sinto lhe dizer : você não tem o maior sofrimento do mundo
Você não é o centro do universo ..
Contente-se com o poco que lhe resta
Por favor, não olhe pra trás.

Um comentário:

Fabiane disse...

Nossa, interessante esse post. Revolt.
Gostei de verdade.
Desculpa a demora pra vir no blog, mas eu estou tão agitada com as coisas da faculdade que até meu horário está insano.
Depois vai lá no meu blog, acabei lendo de cabo a rabo uma revista sobre psicopatia e não consigo parar de pensar nisso, naum sei se vou conseguir dormir.
beijo