sábado, 20 de março de 2010

E(star) só

Meus olhos pesam, minha cabeça dói e meus ombros carregam um peso.
Meu corpo reclama com uma frequência incômoda.
Minha rotina de extremos. Meus erros impagavéis. Minha vidinha morna.
Nem água, nem sal.
Eu saio daqui a pouco,e ninguém nota. E se eu ja fui embora, o que sobra ... a porta.
Convicta das dúvidas. Amantes de uma nota só: SI.  
Sê Inteiro.
E se eu não posso, parto. Escorrego, escapulo... só por medo.
Obrigada pelas tuas palavras, letras, sílabas. Todas nossas completas horas. Horas que eu queria.
E agora te que carrego no colo, te descubro, te tenho mais. Mais que antes.
Porque o que tem agora pra nós, é real. Inteiro. Intenso. E eterno.



Ao som de Dois Barcos - Los Hermanos.

5 comentários:

Stella disse...

Músicas inspiram.
Aulas de literatura, uma frase, uma notícia, músicas, estudar pra prova... rsrs' são coisas q ME inspiram.
Mas vim falar do seu texto.
Simplesmente ótimo. Como smp. xD

Stella disse...

Fora a foto que também achei perfeita.
E fiquei reparando a imensidão de tudo em comparação, em relação a nós.
Nós seres tão pequenos nesse mundo enorme.

Stella disse...

Aaaaaah (desculpe incomodar de novo, mas...)esqueci de dizer uma coisa que me inspira... Seus textos!!!
Obrigada por compartilhá-los comigo.

Liihh Boyd disse...

^^ Arpex é amor!
Preciso dar um pulinho la pra jogar minhas tristezaS pedra abaixo rs

Rodrigo disse...

"E agora te que carrego no colo, te descubro, te tenho mais."

É aquele tipo de coisa q a gnt lê e gostaria de ter escrito antes. Lindo.

Ah, e obrigado pela visita la no caixapalavra. Não tô dizendo por educação, mas vc tb escreve muito bem. Gostei, de verdade.