domingo, 15 de agosto de 2010

Vou ser clichê outras vezes mais. Dizer que quero te ter.
E que essa chuva me deu saudades, das coisas que a gente ainda não viveu. 
Deixa escurecer e depois amanhecer, que eu vou continuar querendo me enrolar nas tuas pernas e nos teus braços. Eu vou querer escutar a tua voz. Ouvir teu riso ecoar nas paredes do meu quarto.
A gente vai deitar e ver, debaixo de um cobertor, a chuva cair.
Vou te olhar e você vai me contar
Que a felicidade não é dificil de tocar.


 Com a ponta dos dedos...


Ao som de Reverly , Kings of leon. 

2 comentários:

Ella disse...

A chuva faz parte constante de seus textos... Textos de natureza hipnótica... A arte da natureza de hipnotizar...

Rhanna disse...

E só ali, se sentir querida....
Me fez delirar ^^
Beijos