domingo, 27 de novembro de 2011

Não há nada que me conforte e eu não lido bem com a solidão. Acabo abrindo o jogo e a vida, pra quem não deveria, pra quem nem conhece bem. Procuro amor na falta dele. Me sinto jogada e sem vontade. Me cobro todo o tempo, buscando sentido pra isso tudo. Na verdade, eu nem combino com esse tom cinza que a vida me dá. Na verdade, eu nem combino com essa tristeza toda.

Nenhum comentário: